quinta-feira, 29 de maio de 2014

1º Show do Circuito #EssaTaldeReinvenção em Junho

No dia 07 de Junho, a partir das 19h começa o circuito Essa Tal de Reinvenção, onde Mano Réu convida em cada edição alguns artistas da Brasilândia fazendo um trabalho de formação de publico e acesso a cultura produzida na região por meio dos grupos e artistas do Rap.
Nessa Primeira Edição Betox e Conteúdo Majestoso são os convidados junto com Mamuti 011 que fará uma participação durante o Show de Mano Réu, que apresenta canções do Álbum Reinvenção e das Mix Tapes Eternamente Break Dance.

Sobre o Projeto Essa Tal de Reinvenção
O Objetivo do projeto “Essa Tal de Reinvenção”, é alem da circulação de Shows de Mano Réu e artistas convidados é promover a formação de publico para o Rap na Brasilândia, fazendo a cadeia produtiva cultural girar por meio de um trabalho conjunto com Produtores, fotógrafos, técnicos de Luz e outros atores e profissionais da cena, realizando shows de qualidade nas comunidades visitadas.
Mais Informações: timbresproducoes@gmail.com 

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Mano Réu e Luan - Sarau na cozinha 26-04-2014

Em Abril fomos lá no Itaim paulista, quem acompanha nosso corre sabe, e dentre os bate papos, sons e amigos reencontrados esse momento foi registrado pela galera do Marginaliaria. Então tá ai... Desfrutem como eu desfrutei!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Agito Cultural zona Norte com Mano Réu, James Bantu e DNA de Vagabundo

 A Zona norte vai ferver nos dias 31 e 1º de Junho, serão shows, oficinas, exposições e varias atividades culturais e todos os cantos da Zona Norte. E como não poderia ser diferente o Rap ta em casa e presente na segunda edição do Evento. Nessa edição quem receberá os shows será o Espaço CICAS, localizado na Avenida do Poeta, 740, Jd Julieta.
A festa começa as 20h com reduto do rap, James Bantu, Mano Réu e DNA de Vagabundo. Só rap de primeira, quer saber mais só acessar https://www.facebook.com/AgitoCulturalZonaNorte e conferir toda a programação 



quarta-feira, 21 de maio de 2014

Passamos a Virada na Tenda Literária

Salve povo, passando pra deixar o registro da nossa intervenção na Tenda Literária, projeto bem loco que sempre fui parceiro lá na amada zona leste. Uma diversidade de poetas e poetisas passaram pelo palco da ladeira da memória na 10ª virada cultural. Agradecendo novamente o convite da camila, vandei e Raimundo familia zona leste sempre chamando nós... Viva a Poesia!!!
 




terça-feira, 20 de maio de 2014

Mano Réu no Song For Smoka - Fotos

Agradecendo aqui ao meu Mano Dj Kokay pelo convite e a galera que esteve no Song For Smoka na livraria da esquina e mandou energias positivas pra gente! Segue ai algumas fotos do nosso show! Além do meu irmão Jader Oliveira, ainda contamos nesse dia com Andrap, fazendo uma participação trazendo uma das canções do seu EP 'Minhaz Idéia'. E ainda fizemos um som do Sabotage, homenageado do Dia!
Fotos de Ana Sampaio.







terça-feira, 13 de maio de 2014

13 de MAIO, Princesa, Ainda aguardamos a libertação

"O maior movimento literário das Américas, encabeçado por jornalistas negros e italianos em todos o país, via no dia 14 de Maio a maior parte da população do país sem casa, sem pão, sem destino, só com a liberdade em baixo do braço e um terra a desbravar! Se passaram os anos, e sem duvida a tal esperança que regava o coração de José do Patrocínio foi secando!"
Todo 13 de maio eu fico pensando se de fato sou brasileiro, se o que define os meus direitos como cidadão é primeiro a constituição de 1988 ou a lei Áurea de 1888. Fico com a sensação que o problema eterno a se resolver tanto para o Brasil quanto pra nós descendentes de ex escravizados é: "Onde colocar esses negros?" ou "Somos da onde?", pode parecer bobagem, mas sem duvida essas frases já pairaram sob seu subconsciente após cada abordagem policial, discriminação ou injurias racistas!
Peço licença ao mestre e faço as palavras dele as minhas "Meu País demonstrou vergonha de ter minha cor"!
Para concluir essa breve reflexão/desabafo, creio ser de importância vital tratar também da questão do sentimento de PATRIA, tão discutido e debatido. Afirmações como; os brasileiros não são patriotas, não amam o Brasil, só falam mau, entre outras reforçam esse sentimento de não pertencimento.
Uma pátria comunga de uma lingua, costume, tradição e "Origem", e isso vai alem dos limites demográficos impostos pelas convenções e guerras. Com o 13 de Maio consigo facilmente solucionar esse dilema, porque o Brasil não se conhece como pátria. Até brinco e entendo porque o brasileiro só é patriota em época de copa do mundo, não porque a nossa seleção é a melhor, mas é exatamente porque é naquele mês que os filhos de 13 de Maio são incorporados a nação, ai sim, são brasileiros, geram orgulho e temos uma nação, pátria, mas ainda assim não somos 1 POVO.
Que escrevamos o artigo 3 da lei Áurea e completemos a nossa libertação, física,  porque sem uma libertação mental e de espirito jamais seremos Livres!
NGOLO


segunda-feira, 5 de maio de 2014

Sarau na Cozinha foi Rap na Intimidade

No dia 26 de Abril, estivemos no sarau na Cozinha do Coletivo Marginaliaria, atividade que fez parte do 8º Encontro da Cultura hip hop e aliados de São Miguel. Fomos convidados para mandar um som e bater um papo sobre os elementos do Hip Hop e se existe o tal "5º Elemento". Depois do bate papo rolou aquele caldinho verde esperto que aqueceu a galera pra ouvir e interagir em umas rimas. O pessoal do Artevidadiva lançou também sua coletânea com muito Reggae e ragga!
O mais legal do bate papo e do dia não foi defender apenas os 4 elementos da cultura, mas saber que tem mó galera inserindo cada vez mais o conhecimento no elemento ou arte que se dispõem a fazer.
Como não canso de dizer, zona leste chamou, tamu junto!!!



sexta-feira, 2 de maio de 2014

A poesia sempre me chama - Sarau Autoral no CCJ

Salve galera, como sabem na quarta do dia 23 participamos do Sarau Autoral, sendo o escritor convidado do mês (mó honra). O sarau aconteceu lá na biblioteca do centro cultural, de forma intima, com uns 15 participantes mais a galera do telecentro que participou de tabela e ouviu atentamente a todos poetas e poetizas que passaram por lá. Agradecendo ao poeta e Irmão Fuzzil, Ni Brisant, Jader Oliveira, Mc Trexx, Ana Paula Risos, Marcio (Quilombhoje) e ao mc Bruno que conheci neste sarau. O Loco do evento foi pensar minha trajetória nas letras, as publicações que já lancei e participei e recitar varios versos de épocas diferentes. Por isso que digo, quando estou longe a poesia me chama....