terça-feira, 9 de março de 2010

A Ela com Carinho...

Quero homenagear aqui no meu blog, essa pessoinha, linda e maravilhosa, que transforma meus dias nos melhores dias de todos os tempos... Fiz esse texto logo depois que pude expressar tudo o que sentia por ela...

A FERNANDA com carinho e amor...

O dia em que disse "Eu te Amo"

Foram muitos encontros, antes do grande dia, lugares típicos a serem freqüentados por paulistas e paulistanos; shoppings, parques, lanchonetes. Em cada encontro era como se uma selva fosse sendo descoberta, trilha a trilha, arvore por arvore e neste caso sentimento por sentimento.
Dizem que quando vemos ou ouvimos a verdade a conhecemos, eu, pelo menos, precisei de um tempo pra perceber o obvio. Porem uma coisa ficou clara desde o 1º encontro: “ficaria com ela muito e muito tempo”.
A Bela Dama alem de atraente era a pessoa mais agradável do mundo. Em meio a frustrações e decepções, este anjo, de estatura média, pele clara, beleza única, sorriso inigualável, acompanhado de duas covinhas, entra em cena e torna momentos com ela, momentos de êxtase e alegria, apagando ou pelo menos, fazendo esquecer tudo antes dela.
Cortei todos os elos antigos para que ela se tornasse a única da minha vida. E aconteceu num belo dia, a beira de um grande rio, após o 1º Beijo, prometi a mim mesmo não perde-la jamais...
Durante semanas fui guardando e cultivando um sentimento que só poderia ser declarado na hora certa. Tive vários ensaios e tentativas, porem a coragem não permitira externar tais palavras, pois bem, era noite, mês dois, em seus últimos dias, uma mensagem convida para um encontro...
Aceito!
Desafio? Atravessar a cidade, passei pelas famosa Sé, Republica, Brás. Rumo ao Leste.. Dentro dos coletivos via rostos iguais aos meu e ao dela. Poderiam estar cansados pelo dia, alguns mostravam felicidades, olhares profundo onde se lia: “Saudade, Cansaço. Amor e Paz”... Quem lesse os meus olhos naquela lata em movimento, iria decifrar na hora pelo menos 3 sentimentos; “Saudades, Ansiedade e Amor...”
Estrategicamente tinha ao longo da semana deixado vazar que o sentimento que tinha era mais que carinho e adoração. Palco armado, atores a postos, não teria vergonha em abrir o espetáculo e recitar a 1ª fala, claro sempre no improviso. Como tudo entre nós é especial, A Bela Dama, fez a deixa, comentando algo sobre meus escritos, prossegui a cena, parecia parafrasear amores eternos como Romeu e Julieta ou Betty e Malcom, de repente ela sussurrou em meu ouvido, com a voz mais doce do mundo: “- Então, Fala pra mim”. Confesso que sempre tive dificuldade em falar isso, ou medo e confesso que muitas vezes não fui verdadeiro. Mas nesse momento, estava convicto, certo, feliz, naquele momento me tornei um homem completo, na real concepção da palavra, sem titubear me declarei: “- EU TE AMO”

Confira esses e outros textos na minha pagina do recanto das letras http://recantodasletras.uol.com.br/contos/2117584

Um comentário:

  1. owww si cosinha fofa mamae!!!!!!
    aushashuahsu

    Bom que vc tem a Fêê!!!!
    To com dedinhos cruzados pro
    Romance perturar mais e mais!

    bjoooooooo'

    ResponderExcluir